A PL118, os Políticos e as lições de vida.

O Projeto de Lei 118/XII, vulgo PL118, é um caso exemplar de como a classe política, que teoricamente nos representa, tem na realidade uma agenda que não é a da população que representa. Para melhor compreensão da PL118.

Se analisarmos o comportamento e o desempenho da classe política ao longo dos tempos (2006, 2009, 2012), chegamos à conclusão de que as escolhas que os políticos fazem são na realidade fruto de ambições próprias, quando a maior ambição de um político deveria ser servir os seus representados.

Contudo, ao refletirmos sobre o desempenho da classe política, podemos aprender muito e retirar lições para a vida. São lições que nos ajudarão a ter melhor desempenho profissional, pessoal e a sermos pessoas melhores. Basta fazer ao contrário dos 10 pontos abaixo:

  1. Para qualquer assunto dar sempre prioridade ao dinheiro. Ouvir as pessoas com dinheiro, responder às pessoas com dinheiro, justificar suas ações em torno do dinheiro. Interessante notar que normalmente os políticos enriquecem;
  2. Aproveite-se do fato de que não sabe do que fala. Ambicione gerir processos e assuntos sobre os quais não tem o menor conhecimento;
  3. Mantenha, de forma obsessiva, o foco no curto prazo. Mesmo que tenha assegurada a reeleição, defina “longo prazo” como “antes da próxima eleição”;
  4. Ausente-se frequentemente do seu trabalho diário, que o deveria sustentar, para ativamente obter outros trabalhos complementares que remuneram melhor;
  5. Culpe o sistema, o outro lado e os antecessores por não estar a tomar medidas, corajosas e de sua autoria;
  6. Não pense nem analise pela sua própria cabeça. Mantenha o foco na repetição contínua de quezílias e da linha de argumentação do partido;
  7. Se tiver de escolher entre trabalhar duro e ir à televisão, vá à televisão;
  8. Quando um problema difícil aparecer, assobie para o lado e veja se o problema desaparece ou se alguém resolve;
  9. Tente, por todos os meios, parar a resistência mais dura e apaixonada ao trabalho que faz contra quem representa, ignorando-a silenciosamente e esperando que desapareça;
  10. Se a resistência não desaparecer socorra-se de todos os recursos, pagos por outros, mas que estão à sua disposição, para afincadamente manter os seus interesses.

Qualquer um de nós sabe provavelmente mais sobre internet, computadores e meios digitais do que qualquer deputado autor do PL118. A pergunta a fazer é:

Pediram, esses deputados, a nossa opinião?

Com certeza os deputados têm problemas de comunicação. Basta ver as entrevistas da Deputada Gabriela Canavilhas à TSF (áudio e transcrição) e ao Expresso para ver que ou não entende o que está a fazer ou tem uma agenda oculta que já não sabe defender.

Como tudo na vida até com as coisas más podem ser rentabilizadas. Neste caso basta fazer ao contrário das Melhores Práticas dos Políticos, os 10 pontos listados acima.

About these ads

Sobre Julio Garcia

Interessado em comportamento humano, marketing social, redes sociais, inteligência coletiva e como o design afeta o comportamento. Interest in human behavior, social marketing, social networks, collective intelligence and how the design affects human behavior.
Esta entrada foi publicada em PL 118 com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s